FAT - Você sabe o que são e como funcionam os ventiladores mecânicos, popularmente conhecidos por respiradores? 
Aguarde. Carregando informações.

http://www.fat-al.edu.br

Você sabe o que são e como funcionam os ventiladores mecânicos, popularmente conhecidos por respiradores? 


O mundo vive um cenário de pandemia por conta do novo coronavírus, que provoca a doença respiratória Covid-19. Nesse momento, o uso dos ventiladores mecânicos, popularmente conhecidos por “respiradores”, são peças fundamentais no tratamento de pacientes com casos graves da doença, acometidos por insuficiência respiratória. “E o manuseio desses equipamentos é realizado pelos fisioterapeutas”, explica Elenildo Aquino, professor do curso de Fisioterapia da UMJ.

Com 28 anos de atuação na área, sendo um dos pioneiros, em Alagoas, Aquino ressalta a importância desse profissional para o tratamento da Covid-19. "O fisioterapeuta atua desde a intubação traqueal do paciente até a retirada do tubo, processo denominado extubação”, explica ele, ao alertar sobre a obrigatoriedade, nesses casos, da presença de um fisioterapeuta especialista em UTI.

“O fisioterapeuta tem a função de sincronizar a máquina com a necessidade do organismo do paciente, mantendo as trocas gasosas dentro do padrão de normalidade. O profissional ajusta também todos os parâmetros, como a frequência respiratória, o volume de gás que entra no pulmão, a pressão necessária para expandir, e a quantidade de oxigênio que deve ser liberada, utilizando as técnicas de desobstrução dos brônquios, expansão pulmonar, treinamento muscular respiratório, além da mobilização precoce com o objetivo de readequar a função ventilatória do paciente e prevenir os efeitos deletérios do repouso prolongado”, explica Aquino, que é fisioterapeuta, mestre em Ciências da Saúde (Pneumologia), e especialista em Fisioterapia Respiratória.

Aquino explica, ainda, que os ventiladores mecânicos são aparelhos que fazem o processo ventilatório do paciente, substituindo a bomba ventilatória, musculatura da caixa torácica responsável pelo ato ventilatório. “São aparelhos essenciais para os pacientes que entram em insuficiência respiratória, ou seja, o equipamento atua a partir do momento em que o paciente apresenta problema pulmonar ou de origem sistêmica, e desenvolve insuficiência respiratória, o que altera as trocas gasosas”, destaca. Segundo ele, o paciente com esse quadro deve ser posto em ventilação mecânica, que tem a função de substituir o trabalho da ventilação espontânea.

Questionado sobre o termo "respiradores", ele explica que, como a máquina substitui o ato respiratório, ela passou a ser popularmente conhecida por esse nome. “Porém, a respiração é um ato intrínseco, uma troca gasosa a nível de células entrando oxigênio e saindo o gás carbônico e, por isso, o nome correto do equipamento é ventilador mecânico”, esclarece.

GALERIA DE IMAGENS


Sistema Acadêmico

Acessar