Aguarde. Carregando informações.

http://www.fat-al.edu.br

Suicídio é a segunda maior causa de morte entre jovens de 15 a 29 anos de idade


Dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) revelam que o suicídio é a segunda maior causa de morte entre jovens de 15 a 29 anos de idade. E, no Brasil, a cada 45 minutos, uma pessoa tira a própria vida. “As pessoas ainda tratam esse assunto como mito. Por isso, iniciativas como essas são muito importantes, já que envolvem toda a sociedade, ajudando a combater essa prática”, destacou Laeuza Farias, presidente Conselho Regional de Psicologia de Alagoas (CRP-AL), uma das palestrantes do evento “Suicídio: não podemos nos calar!”, que reuniu, na última quinta-feira (29.8), no auditório da unidade Barro Duro da FAT,  profissionais e estudantes para discutir o tema, antecipando as ações pelo Setembro Amarelo, uma campanha de conscientização sobre a prevenção do suicídio.

“Esse evento é fruto de grandes parcerias e proporcionou uma enorme contribuição para a formação profissional e pessoal do público presente”, pontuou Juliana Omena, coordenadora do curso de Psicologia e Diretora de Ensino da Unidade Barro Duro da FAT. Também participaram das discussões Paulete Constantino (voluntária do CVV), Lenise Cajueiro (idealizadora do Centro de Crescimento Humano) e a enfermeira Vivian Silva, que apresentaram números e levantaram reflexões sobre o tema, esclarecendo as principais dúvidas do público. “O psicólogo deve estar preparado para lidar com esse tipo de caso. São inúmeros os desafios, inclusive, se preparar emocionalmente para não absorver a energia do paciente”, alerta Lenise Cajueiro.

Durante o evento, Paulete Constantino explicou sobre o funcionamento do Centro de Valorização da Vida (CVV), que oferece apoio emocional e prevenção ao suicídio, com atendimento gratuito, por meio do telefone 188, para quem precisa conversar. “Atendemos a inúmeros casos e, com uma conversa, evitamos possíveis tragédias. É um trabalho lindo e necessário para a nossa sociedade”, explica Paulete, que também é psicóloga. “A prevenção do suicídio é um trabalho conjunto, que envolve outras áreas, como a Enfermagem. E a neurociência comprova que, quanto mais falamos sobre determinado assunto, mais conseguimos entendê-lo”, reforça a enfermeira, Vivian Silva, que atua no núcleo de Psiquiatria do Hospital Universitário.

Alunos de outras instituições também aproveitaram o momento para esclarecer dúvidas sobre o tema, como fez Carla Cavalcanti, que é estudante de Psicologia. “Participar dessa palestra foi fundamental. Precisamos falar sobre o suicídio para tentar diminuir essas ocorrências. Parabenizo a FAT por realizar uma palestra em um momento tão crucial e importante, já que estamos entrando no setembro amarelo”, destacou a futura psicóloga. Opinião compartilhada pelo professor Roberto Lopes, que ressaltou a importância da união de forças pela bem maior: a vida. “Momentos como esses promovem mais qualidade de saúde mental”, pontuou ele, que ministra a disciplina de Métodos e Técnicas de Avaliação Psicológica no curso de Psicologia da FAT.

O evento também reforçou o compromisso social da faculdade, já que os alimentos arrecadados no ato da inscrição serão doados para a campanha “Diga sim!”, Legião da Boa Vontade (LBV), que vai encaminhar os donativos para as famílias no sertão alagoano. “A FAT é uma grande parceira nossa e nos ajuda a beneficiar indivíduos em situação de vulnerabilidade social. Espero que essa parceria se fortaleça ainda mais”, comemorou a gestora administrativa da LBV em Maceió, Renata Lima, ao acompanhar a apresentação do coral infantil da instituição que abrilhantou a abertura do evento com canções de amor à vida.

Sistema Acadêmico

Acessar