Aguarde. Carregando informações.

http://www.fat-al.edu.br

Grupo de alunos do curso de Enfermagem da FAT é destaque em concorridos processos seletivos de hospitais alagoanos


Jackeline Cavalcante, 23, comemora a reta final do curso de Enfermagem e a aprovação na seleção para estágio extracurricular da Santa Casa de Misericórdia de Maceió. “Sou a primeira pessoa da minha família a concluir um curso superior e essa aprovação me fez ter ainda mais certeza de que estou no caminho certo”, emociona-se ela, que é aluna da FAT. O pai de Jackeline é pedreiro e a mãe, empregada doméstica. Segundo ela, por conta do exemplo, os irmãos mais novos já se planejam para, também, ingressar no ensino superior. “Para mim, o céu não é o limite. Pretendo fazer mestrado, residência, seguir carreira e honrar todo o sacrifício dos meus pais pela minha formação”, conta ela.

A futura enfermeira faz parte de um grupo de seis alunas da FAT que ganharam destaque nos recentes processos seletivos para estágio extracurricular em hospitais do estado. “Ficamos muito felizes pelo envolvimento e interesse dos nossos alunos em ir além, buscando um estágio não obrigatório, a fim de ganhar mais experiência e conhecimento”, comenta Raquel Lopes, professora do curso e coordenadora de preceptoria. “Que seja uma caminhada com os pés firmes em busca do conhecimento. É um momento de dirimir dúvidas, sempre com o apoio da nossa equipe de professores”, salienta Naide Ribas, coordenadora do curso de Enfermagem da FAT.

As alunas concorreram com mais de 150 candidatos: quatro delas foram selecionadas pela Santa Casa e duas, pelo Hospital Geral Professor Ib Gatto Falcão.  Durante o estágio, elas passam por diversos setores, como a UTI, Clínica Médica, Centro Cirúrgico, Nefrologia e o Pronto Atendimento (PA). Bruna Soares, 22, também aluna do 10º período, está há dois meses no Ib Gatto, onde atua na Clínica Médica e no PA. Mas, antes disso, por meio do estágio obrigatório do curso, atuou durante seis meses no setor de urgência e emergência da Santa Casa de São Miguel dos Campos.

“Entrei no curso com a intenção de atuar em obstetrícia e, por conta das vivências, me apaixonei pela urgência e emergência, área na qual pretendo me especializar”, confessa ela, ao agradecer o apoio e incentivo do corpo docente da FAT, que a fez percorrer o trajeto entre Porto Calvo e Maceió, todos os dias, para assistir às aulas. “Apesar de cansativo, sempre foi muito prazeroso. Nós temos acesso a um conteúdo muito rico durante as aulas, o que nos garante total segurança para participar de seleções como essas e fazer a diferença”, destaca Bruna. Sentimento compartilhado por Cleissyanny Malta, colega de turma de Bruna e, também aprovada na seleção. “Durante as aulas, recebemos muitos esclarecimentos sobre temas como epidemiologia, patologia, saúde, ética, gestão... Além disso, o alinhamento entre teoria e prática faz toda a diferença na nossa formação. Sou muito grata a todos os que fazem essa instituição. Não poderia ter feito escolha melhor!”, salienta.

O sacrifício pelo sonho

 Williane dos Santos, 31, também comemora a aprovação. Contudo, para dar início ao estágio na Santa Casa, precisou abrir mão do emprego, mesmo sendo, no momento, a única fonte de renda da família. “Meu marido está desempregado. Tenho uma filha de 6 anos e, ainda assim, não pensei duas vezes antes de dar prioridade ao meu sonho, uma certeza que vem da formação completa que tive na FAT e do apoio da minha família. Sei que, a partir de então, começo a escrever uma nova história na minha vida profissional”, finaliza.

GALERIA DE IMAGENS


Sistema Acadêmico

Acessar