FAT - Epidemia de problemas mentais e de isolamento social provocados pelo uso excessivo das redes sociais aumenta procura por Psicólogos
Aguarde. Carregando informações.

http://www.fat-al.edu.br

Epidemia de problemas mentais e de isolamento social provocados pelo uso excessivo das redes sociais aumenta procura por Psicólogos


Um estudo realizado por psicólogos americanos da Universidade de Pittsburgh aponta que acessar as redes sociais por mais de duas horas por dia aumenta a probabilidade de isolamento social. A pesquisa, publicada no Periódico Americano de Medicina Preventiva, revela que a exposição excessiva a sites como Facebook, Twitter e Instagram contribuem para o isolamento do mundo real. O estudo sugere que quanto mais tempo uma pessoa fica online, menos tempo ela tem para interações no mundo real.  A navegação pelas redes sociais também pode despertar sentimentos de exclusão – inveja, por exemplo, como quando se vê fotos de amigos se divertindo em eventos para os quais não se foi convidado.

Muitas pessoas têm deixado de sair com familiares, amigos, deixando de fazer tarefas e trabalhos para ficar conectado às redes. Qualquer atividade corriqueira passa a ser motivo de um clique para a rede. "É importante estudar isso porque há uma epidemia de problemas mentais e de isolamento social entre jovens adultos", afirma Brian Primack, da Escola de Medicina da Universidade de Pittsburgh. "Somos criaturas sociais, mas a vida moderna tende a nos isolar em vez de nos aproximar. Apesar das redes sociais aparentemente criarem oportunidades de socialização, o estudo aponta que elas não têm o efeito que esperamos. Problemas de saúde mental e isolamento social estão em níveis epidêmicos entre adultos jovens", complementa Primack.

E são transtornos como esses, que provocam mudanças de comportamento que interferem nas relações pessoais e profissionais, e podem, até mesmo, levar à depressão, que elevam a procura por psicólogos. De acordo com a psicóloga e professora da Faculdade de Tecnologia de Alagoas (FAT), Verônica Barbosa, as demandas da sociedade aumentam as exigências a esses profissionais, que precisam apresentar uma boa formação acadêmica a fim de melhor atender aos pacientes. “Vivemos em meio a constantes mudanças sociais, profissionais e tecnológicas, uma pressão social que favorece o adoecimento psíquico das pessoas”, salienta a professora, ao destacar o amplo mercado de trabalho para esse profissional, que pode atuar como psicólogo clínico, escolar, educacional, organizacional, jurídico, hospitalar e comunitário. “Onde está o ser humano, o Psicólogo se faz presente e necessário”, finaliza.

O curso de Psicologia é uma das opções do vestibular da FAT. Clique aqui e inscreva-se. Junte-se a nós! #venhaparafat. Mais informações: (82) 3328.7000.

Sistema Acadêmico

Acessar