Aguarde. Carregando informações.

http://www.fat-al.edu.br

Diretores da FAT compõem comissão julgadora de dissertação de mestrado, em Portugal


Rosilene dos Santos, 47, é funcionária pública. Bacharel em Serviço Social, licenciada em História e especialista em Gestão Escolar, ela defendeu, no início de maio, a dissertação de mestrado em Gestão do Potencial Humano que fez na FAT, em parceria com o Instituto Superior de Gestão (ISG), localizado em Portugal. “Falei sobre a importância da alternância do poder na eficácia da gestão e fui avaliada com nota 18, sendo 20 a nota máxima. Com esse título, impulsiono a minha vida profissional, tanto no aspecto da progressão salarial quanto na ampliação de conhecimentos, além de abrir portas para atuar como professora de Ensino Superior e estar mais perto de realizar o desejo de ser gestora de uma escola pública a fim de relacionar teoria e prática”, explica ela, que trabalha na Secretaria de Educação de Maceió, como professora, e desenvolve um trabalho de apoio à gestão escolar.

A defesa foi realizada no ISG. Fizeram parte da banca, como orientadores dos alunos, o diretor-geral da FAT, Mario Cesar Jucá, e Fátima Lippo, diretora de ensino da unidade Antares, ambos pós-doutores em educação, pela Universidade Lusófona de Lisboa, e em Gestão pública, pela Universidade de Lisboa. “Os professores da FAT, em especial o meu orientador, Mario Cesar Juca, foram essenciais nesse processo por me fazerem acreditar que seria possível. Ter o professor Mário como orientador foi libertador visto que ele permitiu que as minhas ideias fluíssem, sem imposições”, salienta ela.

Opinião compartilhada por Wesley dos Santos Lima, 40, que também fez a defesa da dissertação, a qual destacou a qualidade da administração no campo educacional. “Tivemos o apoio dos diretores da FAT durante esse momento. Foi uma experiência muito boa, de crescimento e conhecimento incalculáveis, desde o início das aulas até a defesa, com nota 17”, destaca ele, que é graduado em Administração, especialista em gestão escolar, e, atualmente, trabalha como coordenador pedagógico em uma escola de ensino fundamental e médio, e também é professor de Ensino Superior. “Foi uma experiência maravilhosa. Já estou me organizando para o doutorado”, comemora.

Para Mario Cesar Jucá, o momento é de muita alegria. “Acompanhar a evolução dos nossos alunos é uma grande satisfação. E isso também faz parte do processo de internacionalização, dentro do qual nossos professores estão inseridos nos programas de mestrado e doutorado do ISG e da Universidade Fernando Pessoa”, finaliza o diretor.

GALERIA DE IMAGENS


Sistema Acadêmico

Acessar