FAT - Atleta do Basquete 3x3 da FAT fala sobre a experiência de representar o Brasil na China
Aguarde. Carregando informações.

http://www.fat-al.edu.br

Atleta do Basquete 3x3 da FAT fala sobre a experiência de representar o Brasil na China


Equipes de basquete de todo o mundo reuniram-se, no período de 15 a 18 de novembro, em Xiamen, China, para a quarta edição da FISU 3×3 World University League Finals. Entre as 16 equipes nos campos masculino e feminino, a maioria passou pelas etapas de classificação dos torneios realizados na Oceania, Ásia, Américas, África e Europa, enquanto as duas equipes anfitriãs da China – Universidade Huaqiao e Universidade de Pequim – ganharam qualificação automática.

Quem representou o Brasil nessa competição foi o time da FAT, campeões da modalidade nos Jogos Universitários Brasileiros JUBs 3×3, disputado em maio desse ano. Os brasileiros disputaram apenas a primeira fase e marcaram presença nos jogos contra Nova Zelândia, Irã e Uganda.

O pivô Luan Barbosa, que também é aluno do curso de Fisioterapia da FAT, fala sobre a experiência de participar de um mundial. “Olhar para o peito e ver a bandeira do Brasil foi emocionante. Confesso que não segurei as lágrimas. Tive a sensação de estar passando pelo mesmo momento vivido pelos jogadores da seleção brasileira no momento da execução do hino nacional, com mais de 200 milhões de brasileiros sendo representados por quatro jogadores! Sentimos esse peso, e foi uma honra carregá-lo”, emociona-se. “Apesar de o resultado não ter sido como esperávamos, a próxima seletiva será em Maceió, em nossa casa. Então, vamos trabalhar para absorver as lições desse mundial e nos preparar para, novamente, estar entre os melhores”, reforça.

No evento que colocou as melhores equipes universitárias do cenário mundial em disputa, quem levou a melhor foram os anfitriões. As equipes da China receberam os dois títulos, masculino e feminino.  O basquete 3×3 está entre as novas modalidades a serem disputadas nas Olimpíadas Tokyo 2020, juntamente com surfe e skate, em uma tentativa do Comitê Olímpico Internacional (COI) de aproximar a Olimpíada do público jovem.

(Com Assessoria CBDU)

GALERIA DE IMAGENS


Sistema Acadêmico

Acessar