Aguarde. Carregando informações.

http://www.fat-al.edu.br

CURSO Engenharia Civil


A área de inserção da Faculdade de Tecnologia de Alagoas - FAT/AL é um espaço social e econômico que demanda por uma intervenção qualificada para a geração de desenvolvimento. Neste sentido, cada vez mais, um conjunto de profissionais bem qualificados estão sendo solicitados no mercado de trabalho, para servir à sociedade. O Curso de Engenharia Civil da Faculdade de Tecnologia de Alagoas (FAT) visa formar profissionais capacitados para atuar no setor público e privado. A estrutura curricular do Curso de Engenharia Civil foi elaborada de modo a permitir que o aluno se envolva em seu processo de desenvolvimento como indivíduo, destacando-o como agente maior de seu desenvolvimento pessoal, social e comunitário. Ao final do curso o aluno estará capacitado a absorver e desenvolver novas tecnologias, com total estímulo à sua atuação crítica e criativa na identificação e resolução de problemas, como também estará apto a levar o seu aprendizado para o desenvolvimento local e regional. O curso de Engenharia Civil se diferencia pelo seu caráter dinâmico e inovador, formando profissionais com sólidos conhecimentos tecnológicos e acadêmicos, com espírito empreendedor, habilidade para gerenciar projetos e equipes multidisciplinares e capacidade para enfrentar situações novas e imprevistas com criatividade e iniciativa. Buscando assim, expressar com excelência as competências do egresso definidas nas Diretrizes Curriculares Nacionais. A FAT/AL já firmou, e vem ampliando, os convênios com diversas construtoras e empresas vinculadas direta ou indiretamente a área da construção civil, o que possibilita a realização de atividades práticas em campo e a vivência em seu campo de atuação profissional através de estágio ou visitas técnicas.   Alunos contam com capacidade instalada para a prática e capacidade didático-pedagógica (laboratório de práticas e acervo bibliográfico) para o desenvolvimento de sua atividades teóricas e práticas.

Investimento

a partir de R$675,81

Tempo de curso

10 semestres

Unidade

Barro Duro / Antares

MAIS INFORMAÇÕES


Área

Ciências exatas.

Modalidade

Bacharelado.

Turnos

Manhã e Noite

Objetivos Específicos

  • Conscientizar o discente de sua condição de futuro engenheiro, experimentado, desde as primeiras disciplinas, a prática de participação em atividades de extensão e/ou pesquisa que o envolva com a profissão vivenciando,  mercado.

  •  Definir estratégias de realização atualizada de ensino de graduação deste Curso, objetivando formar profissional capaz de propor soluções que sejam não apenas tecnicamente corretas, mas incorporando o seu pensar a visualização dos problemas em sua totalidade, inseridos numa cadeia de causas e efeitos de múltiplas dimensões, identificado com os conceitos de controle de qualidade, desenvolvimento sustentável e domínio das novas técnicas disponíveis para utilização em engenharia.

  • Propiciar aos discentes condições de se tornar, além de um profissional qualificado, um cidadão com pleno conhecimento da realidade de seu País e das medidas a serem adotadas na promoção do bem-estar de nossa sociedade. 

Perfil do Egresso

O curso de engenharia civil irá ofertar aos egressos uma qualificação bastante versátil, já que suas disciplinas básicas e profissionais são abrangentes e preparatórias para a resolução de problemas, possibilitando a ocupação pelo engenheiro civil em diversas funções no mercado de trabalho, além daquelas ligadas diretamente com sua formação básica, que são as áreas de: Estruturas, Construção Civil, Hidráulica, Recursos Hídricos, Geotecnia, Transporte, Sanitária e Ambiental.

Pretende-se formar um engenheiro civil pleno, isto é, com total capacidade de envolver-se em qualquer área de aplicação da Engenharia Civil. Prevê-se uma base sólida de conhecimentos para potencializar eventual especialização. E alternativamente a atuação em outros campos diferentemente de sua formação, como área financeira, econômica e administrativa.

Com vistas a atender às condições dinâmicas do perfil profissional estabelecido, o currículo deverá permitir que o aluno desenvolva, durante sua formação, as seguintes competências e habilidades gerais para o pleno exercício de suas atividades profissionais:

I - formular e conceber soluções desejáveis de engenharia, analisando e compreendendo os usuários dessas soluções e seu contexto:
  1. a) ser capaz de utilizar técnicas adequadas de observação, compreensão, registro e análise das necessidades dos usuários e de seus contextos sociais, culturais, legais, ambientais e econômicos;
  2. b) formular, de maneira ampla e sistêmica, questões de engenharia, considerando o usuário e seu contexto, concebendo soluções criativas, bem como o uso de técnicas adequadas;
II - analisar e compreender os fenômenos físicos e químicos por meio de modelos simbólicos, físicos e outros, verificados e validados por experimentação:
  1. a) ser capaz de modelar os fenômenos, os sistemas físicos e químicos, utilizando as ferramentas matemáticas, estatísticas, computacionais e de simulação, entre outras.
  2. b) prever os resultados dos sistemas por meio dos modelos;
  3. c) conceber experimentos que gerem resultados reais para o comportamento dos fenômenos e sistemas em estudo.
  4. d) verificar e validar os modelos por meio de técnicas adequadas;
III - conceber, projetar e analisar sistemas, produtos (bens e serviços), componentes ou processos: a) ser capaz de conceber e projetar soluções criativas, desejáveis e viáveis, técnica e economicamente, nos contextos em que serão aplicadas;
  1. b) projetar e determinar os parâmetros construtivos e operacionais para as soluções de Engenharia;
  2. c) aplicar conceitos de gestão para planejar, supervisionar, elaborar e coordenar projetos e serviços de Engenharia;
IV - implantar, supervisionar e controlar as soluções de Engenharia:
  1. a) ser capaz de aplicar os conceitos de gestão para planejar, supervisionar, elaborar e coordenar a implantação das soluções de Engenharia.
  2. b) estar apto a gerir, tanto a força de trabalho quanto os recursos físicos, no que diz respeito aos materiais e à informação;
  3. c) desenvolver sensibilidade global nas organizações;
  4. d) projetar e desenvolver novas estruturas empreendedoras e soluções inovadoras para os problemas;
  5. e) realizar a avaliação crítico-reflexiva dos impactos das soluções de Engenharia nos contextos social, legal, econômico e ambiental;
V - comunicar-se eficazmente nas formas escrita, oral e gráfica:
  1. a) ser capaz de expressar-se adequadamente, seja na língua pátria ou em idioma diferente do Português, inclusive por meio do uso consistente das tecnologias digitais de informação e comunicação (TDICs), mantendo-se sempre atualizado em termos de métodos e tecnologias disponíveis;
VI - trabalhar e liderar equipes multidisciplinares: a) ser capaz de interagir com as diferentes culturas, mediante o trabalho em equipes presenciais ou a distância, de modo que facilite a construção coletiva;
  1. b) atuar, de forma colaborativa, ética e profissional em equipes multidisciplinares, tanto localmente quanto em rede;
  2. c) gerenciar projetos e liderar, de forma proativa e colaborativa, definindo as estratégias e construindo o consenso nos grupos;
  3. d) reconhecer e conviver com as diferenças socioculturais nos mais diversos níveis em todos os contextos em que atua (globais/locais);
  4. e) preparar-se para liderar empreendimentos em todos os seus aspectos de produção, de finanças, de pessoal e de mercado;
VII - conhecer e aplicar com ética a legislação e os atos normativos no âmbito do exercício da profissão:
  1. a) ser capaz de compreender a legislação, a ética e a responsabilidade profissional e avaliar os impactos das atividades de Engenharia na sociedade e no meio ambiente.
  2. b) atuar sempre respeitando a legislação, e com ética em todas as atividades, zelando para que isto ocorra também no contexto em que estiver atuando; e
VIII - aprender de forma autônoma e lidar com situações e contextos complexos, atualizando-se em relação aos avanços da ciência, da tecnologia e aos desafios da inovação: a) ser capaz de assumir atitude investigativa e autônoma, com vistas à aprendizagem contínua, à produção de novos conhecimentos e ao desenvolvimento de novas tecnologias.
  1. b) aprender a aprender.
Parágrafo único. Além das competências gerais, devem ser agregadas as competências específicas de acordo com a habilitação ou com a ênfase do curso.

COORDENAÇÃO

Renilda Correia de Oliveira

EMAIL

renildacorreia@fat-al.edu.br

AUTORIZAÇÃO

Portaria nº 1837, de 10 de novembro de 2010.

BLOG, DESTAQUES

+ MAIS BLOGS

Sistema Acadêmico

Acessar